top of page

Casamentos em casa: uma proposta que veio para nunca mais ir embora

Não é segredo que os últimos anos que vivemos trouxeram mudanças significativas que vieram para ficar! Nós passamos a valorizar mais os momentos com quem amamos, fortalecemos laços familiares e entendemos a importância de cuidar melhor da nossa casa, que é o cantinho que nos acolhe e que merece toda a nossa atenção.


E é claro que isso refletiu na nossa forma de celebrar momentos especiais, como os casamentos. Apesar de já existirem há muito tempo, os casamentos e os mini-weddings em casa, com uma lista de convidados mais seleta, se tornaram extremamente comuns nos dois últimos anos! Os noivos têm preferido realizar cerimônias mais intimistas, aconchegantes, e que criam uma atmosfera mais familiar no conforto do lar.


Apesar de serem eventos menores, é sempre bom lembrar que, mesmo que um evento seja estruturado para menos pessoas, não podemos interferir na grandiosidade de celebrar a união no amor em um lugar tão especial para o casal. Um evento em casa precisa de todo o cuidado e atenção aos detalhes que oferecemos aos grandes eventos. E mais: precisa de um projeto decorativo que honre a história que o casal construiu naquele cantinho. Então vem comigo, que eu te conto três coisas sobre casamentos em casa que você precisa saber antes de escolher fazer o seu!


Uma dica importantíssima é: escolha fornecedores que já tenham experiência com casamentos em casa! Lembre-se: o layout de uma casa não é adaptado para eventos. O que isso quer dizer? Que sua casa foi projetada para acomodar uma família: corredores com tamanho suficiente para o deslocamento de poucas pessoas, quinas que limitam o espaço, poucos banheiros etc. Isso significa que o projeto decorativo de um evento residencial precisa incluir todas as adaptações necessárias para que sua casa acomode da melhor forma possível os seus convidados, e mais: para que você tenha sua casa preservada e impecável antes, durante e depois do evento. Mudanças como fechamento de piscinas (tanto para melhor aproveitamento do espaço quanto para evitar sujeira), instalação de toldos e adaptação de banheiros costumam ser necessárias. E é aí que está a importância da visita técnica: é nela que avaliaremos cada centímetro do seu espaço e verificaremos quais adaptações precisaremos realizar. Nesta visita, o ideal é que os fornecedores de fechamentos e de instalação de estruturas já estejam presentes.


Outra dica que eu sempre dou para todos os noivinhos e noivinhas que optam por ter um casamento em casa é: assuma que você está se casando em casa! Por quê? Porque a beleza de um casamento residencial é essa: oficializar a união em um lugar que faz parte do seu cotidiano e da sua intimidade, do jeitinho que ele é. Não são necessárias estruturas de fechamento para tentar transformá-lo em um salão de festas, nem retirar todos os móveis. Pelo contrário, o projeto decorativo precisa respeitar o seu espaço, incorporar a sua história e os seus elementos, trazendo a sua assinatura pessoal ao seu momento especial.


Se o(a) decorador(a) do seu casamento souber valorizar os aspectos do seu cantinho, o resultado só poderá ser uma celebração que será lembrada para sempre! Afinal de contas, o casamento em casa tem essa característica especial: ele se torna uma lembrança eternizada no local, e revivida pela família todos os dias. Principalmente quando incorpora artefatos que fazem parte da história familiar. Abaixo você confere as fotos do casamento da Marina e do Guilherme, que eu decorei com todo o cuidado e carinho. Utilizamos na decor as porcelanas pintadas à mão pela mãe da noiva, que armazenaram em si a energia dessa celebração inesquecível. Ao usar as louças e ao passear pelo jardim da casa, a família relembra de todos os momentos da cerimônia que foram vividos exatamente ali. E a intenção é justamente essa, porque o amor merece ser vivido e revivido para sempre!











50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page